• Cadastro

10 Passos para uma viagem de mergulho responsável

10 Passos para uma viagem de mergulho responsável 

Se você é um mergulhador certificado, com certeza você já ouviu a seguinte frase em algum momento durante a sua formação de mergulho: "Tire apenas fotografias e deixe apenas bolhas".

Muito parecido com o mundo acima da linha da costa, os ambientes marinhos que compõem 71% do nossa planeta são sensíveis às mudanças sutis trazidas pela presença humana.

Com os locais de mergulho mais populares recebendo um fluxo diário de visitantes, são poucos aqueles que exploram o mundo subaquático a fim de garantir sua preservação para as futuras gerações.



O CÓDIGO DE CONSERVAÇÃO DO MERGULHO

Como embaixadores do reino marinho, mergulhadores têm a responsabilidade de proteger as paisagens aquáticas que eles exploram. Nós somos os poucos privilegiados que foram apresentados a este mundo alienígena. Vimos os majestosos e coloridos habitantes das profundezas e os gigantes de águas rasas.

Ser um mergulhador responsável é a chave para proteger os nossos vastos oceanos e ter o conceito da ética de viagens de mergulho em suas próprias mãos é a única maneira de reduzir o impacto de suas aventuras subaquáticas sobre o frágil mundo marinho.


ESCOLHA UMA OPERADORA DE MERGULHO RESPONSÁVEL

Uma das melhores maneiras de preservar o ambiente marinho quando você mergulha é utilizar uma operadora que não cause ativamente o impacto sobre os locais que visitam em suas excursões. Antes de fazer a reserva, pergunte se eles estão preocupados com a proteção dos ambientes marinhos, se reciclam as suas águas residuais e resíduos, e se utilizam boias marinhas em vez de ancoragem.


Peça informações sobre as necessidades de mergulho à operadora; veja se eles restringem o uso de luvas, se gerenciam mergulhadores na água e se fazem a prática correta de mergulho desprotegido.

Informe-se sobre os ecossistemas locais que você irá conhecer quando juntar-se a ela para mergulhar. Se a operadora não souber apresentar a natureza do meio marinho onde você irá mergulhar, as chances são de que o operador não está preocupado com a proteção do meio marinho.

Descubra a política da operadora em matéria de alimentação. Atrair vida marinha com isca perturba o delicado equilíbrio da vida no local de mergulho e pode levar a uma mudança no comportamento natural. No caso de mergulho com tubarões, recomenda-se não mergulhar com as operadoras que atraem tubarões com iscas.

Escolha operadoras que levam pequenos grupos. Mergulhar em um grande grupo adiciona risco tanto para mergulhadores quanto ao meio ambiente.

VIAGEM RESPONSÁVEL DE MERGULHO

Há uma série de considerações que determinam a prática de mergulho sustentável.

# 1 // Um mergulhador doente é um mergulhador irresponsável. Mantenha um bom nível de aptidão que permite gerir ativamente o seu perfil de mergulho, gerenciar o seu corpo na água e reduza o risco de danos para o meio ambiente através do mau controle de flutuabilidade.

# 2 // Gerencie o seu perfil de mergulho - certificando-se que são ponderados corretamente e capaz de gerenciar a si mesmo em profundidade - serve para ajudar a reduzir o impacto que têm sobre o local de mergulho.

# 3 // Crie o hábito de não tocar em qualquer coisa quando você mergulhar. Não colete conchas ou agarre corais para firmar-se, use seu controle de flutuabilidade em vez disso. Se todos os itens que compõem o habitat marinho forem removidos do fundo do mar, em breve teremos poucas razões para mergulhar já que não permanecerão lá.

# 4 // Nunca lance qualquer coisa ao mar, mesmo a matéria orgânica pode ter um efeito negativo sobre o fundo do mar e seus habitantes. Proteja o seu equipamento antes de entrar na água e não deixe nada para trás quando você sair.

# 5 // Garanta que a sua entrada e saída da água seja longe de recifes rasos. Se mergulhar acima de recifes rasos, tenha cuidado com suas pernadas e nadadeiras pois existe a probabilidade de enroscar-se e então será forçado na direção de coral frágil.

# 6 // Recolha qualquer lixo que você encontrar no seu mergulho. Remova linhas de pesca, ganchos e detritos do fundo do mar e reduza o risco de danos à vida marinha.

# 7 // Não atormente ou assedie a vida marinha.